Fábrica própria SP/BRASIL

Como ter um índice baixo de problemas em operações de transporte de cargas

Como ter um índice baixo de problemas em operações de transporte de cargas

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Brasil é o quarto país com maior taxa de acidentes no trânsito, desembolsando R$ 60 bilhões por ano por esse motivo. Além disso, há outros tipos de acidentes em transporte de cargas, como perda da carga, roubo, furto e danificações no geral, com uma média de 90% sendo causada por falha humana.

Por isso, se você é proprietário de uma transportadora ou trabalha em uma empresa de transporte, é importante ficar atento aos cuidados no trânsito, bem como no deslocamento entre as rotas de entrega. A seguir, você encontrará dicas fundamentais para minimizar os índices de problemas em movimentação de carga e transporte em geral.

Como evitar problemas em transportes de cargas

Tendo em vista que, aproximadamente, 1,25 milhão de pessoas morre por ano em acidentes de trânsito no mundo todo de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a segurança nos transportes de cargas é primordial. Nesse sentido, existem algumas ações que podem contribuir para a redução de danos, como o cumprimento de leis de trânsito e outras estratégias que serão enumeradas abaixo.

  1. Lei do Caminhoneiro

A Lei 13.103, também conhecida como a Lei do Caminhoneiro, indica a obrigatoriedade de intervalos para descanso, paradas para almoço e repouso semanal, bem como regulamenta a jornada de trabalho de, no máximo, 8 horas diárias aos motoristas profissionais. Seu descumprimento pode acarretar em acidentes de trânsito e problemas graves, já que o sono e a fadiga podem comprometer a segurança de todos na via.

  1. Excesso de carga

Embora existam vistorias realizadas pelos órgãos governamentais, alguns caminhões realizam entregas com excesso de carga. Trafegar com o peso acima do limite permitido significa colocar em risco a integridade física do colaborador e de todos que estiverem próximos ao veículo, além de danificar a estrutura das estradas.

  1. Organização de rotas

Antes do transporte de cargas, é fundamental planejar a rota para optar pelo melhor deslocamento, evitando áreas de risco, estradas mal pavimentadas e otimizando o tempo do percurso. Além disso, escolher uma rota ruim pode ocasionar diversos problemas, como acidentes de trânsito em locais com má sinalização e lombadas mal posicionadas.

  1. Prudência dos motoristas

Um dos principais motivos de acidentes de trânsito está relacionado à conduta dos motoristas. Ou seja, se um profissional não for prudente durante o trajeto, dirigindo em alta velocidade e realizando ultrapassagens proibidas, por exemplo, as chances de causar problemas mais graves na rodovia aumentam.

Otimizando a logística: por onde começar

A prevenção de acidentes e problemas em movimentação e transporte de cargas começa na indústria, por isso, é fundamental estruturar a logística antes de qualquer saída de material.

Dessa forma, a gestão das cargas deve estar alinhada às entregas de cada dia a partir de alguns fatores, como: o planejamento de rotas; o uso de embalagens adequadas, para que seus produtos estejam protegidos de qualquer possível dano; e identificações, que evitam a perda de carga e facilitam o seu transporte, especialmente em objetos frágeis.

Por que oferecer treinamentos e equipamentos de qualidade é fundamental

Para reduzir os riscos de acidentes e otimizar o fluxo de trabalho em indústrias, oferecer treinamentos periódicos aos colaboradores é a estratégia mais eficaz. Uma vez que os profissionais precisam desenvolver cada vez mais suas habilidades, adequando-se às mudanças do mercado, é importante alinhar as novas técnicas e esclarecer eventuais dúvidas no decorrer de sua operação.

Pensando em melhorar seu desempenho e valorizar as diretrizes da companhia, um treinamento pode auxiliar seus gestores e colaboradores a compreenderem a política e os valores da empresa, tornando o trabalho mais fluido e alinhado ao que é prometido aos clientes. Sendo assim, é possível elevar a qualidade dos serviços e oferecer uma maior independência aos colaboradores em cada processo, visto que suas competências serão cada vez mais desenvolvidas.

Outra solução fundamental para a minimização de riscos e aumento da qualidade do trabalho é a utilização de equipamentos adequados, como equipamentos de proteção individual (EPI’s) para a segurança de toda a equipe, e acessórios, que auxiliam na movimentação de cargas, amarração, transporte e elevação dos materiais.

A Polifitema é uma empresa que oferece soluções em produtos que garantem a otimização dos processos e integridade física de seus colaboradores, incluindo EPI’s, cintos de segurança, talabartes, entre outros, de modo simples e eficiente. Acesse o site e conheça os produtos aqui.

Veja mais: ​Fábrica de EPI ​- ​Trava Quedas​ – ​Trabalho em altura



Deixe uma resposta