Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Evite a ociosidade da frota de sua empresa

Veja como evitar a ociosidade da frota da sua empresa e saiba também como encontrar linga de correntes pela internet.

A ociosidade da frota pode ser um problema para a indústria e, por isso, deve sempre ser dada a devida importância, para que a movimentação de cargas da empresa seja eficaz.

Existem alguns indicadores de ociosidade de frota. São eles: desperdício de dinheiro e tempo com rotas não otimizadas, veículos parados em estacionamentos ou pátios, e viagens com caminhão vazio.

Leia mais: Confira os principais documentos fiscais para a realização do transporte de cargas.

Identificar um ou mais veículos sem produtividade é um mal indicativo para a transportadora, já que, a longo prazo, certas ações podem ameaçar o lucro. Confira dicas para combater a ociosidade da frota:

Como evitar a ociosidade da Frota

Descobrir o motivo da ociosidade

A partir de algumas perguntas é possível ter uma ideia sobre a situação da ociosidade da frota: São elas:

  • O motorista apresenta uma jornada de trabalho produtiva?
  • Quantas rotas são feitas por caminhões com a carroceira vazia?
  • Quais são os implementos que menos têm tido demanda do mercado?

Veja nas respostas para essas perguntas quais são os momentos em que identifica-se ociosidade de frota. Muitas vezes, esse problema acontece graças a uma má administração.

Dessa forma, não necessariamente é preciso um investimento financeiro para ter os melhores resultados, basta dar mais atenção e otimizar essas situações.

Saber sobre as condições do caminhão

Uma das melhores atitudes para se prevenir contra algum problema que pode custar caro e prejudicar a produtividade em trabalhos futuros, é a manutenção periódica da frota. Caminhões em condições danosas não contam com as melhores respostas, é claro, e em algum momento serão mais um fator de ociosidade.

Dar atenção à demanda de mercado e operações

Para evitar a ociosidade da frota, é fundamental ter em mente a quantidade de veículos em uso e parados, os custos de cada operação de transporte, entre outros.

Também é importante acompanhar a demanda de mercado, e se as ações da empresa acompanham a procura.

Tenha noção de que manter ações rentáveis, que deem conta das necessidades de mercado, é crucial para a empresa.

Escolher rotas estratégicas

Para otimizar as trajetórias dos caminhões, é possível utilizar de sistemas de programação para a escolha de rotas.

Esses programas também oferecem uma série de informações com melhores valores de pedágios, sinalização, condições de estradas, entre outros.

Conferir as empresas localizadas na região de destino da carga

Uma frota pode aproveitar a rota e fazer entregas em diferentes estados do país e, além disso, na volta, aproveitar que os caminhões estarão vazios para pensar em uma forma otimizada de solucionar esse momento de ociosidade.

Por exemplo, se a rota está marcada para passar por Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo, a ideia é programar cargas na volta de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza.

Contar com os serviços de motoristas autônomos

A empresa, quando contrata os serviços de um motorista autônomo, não precisa se preocupar com os gastos com combustível ou com a manutenção do veículo, já que são questões de responsabilidade do autônomo.

Nesse sentido, a empresa deve cumprir apenas com o pagamento do frete e recolhimento dos devidos impostos, o que já garante economia.

Encontre Linga de Correntes e outros equipamentos pela Internet

A Polifitema é uma loja onde empregadores e funcionários podem encontrar diversos equipamentos para os mais variados tipos de trabalhos, para elevação e movimento de cargas com segurança e eficiência, além de linga de correntes e tudo que sua indústria pode precisar.

Clique aqui e navegue pelo nosso blog para conferir outras matérias, e confira também o catálogo de equipamentos da Polifitema.

Saiba mais:

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta