Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Hidrovia Tietê-Paraná dobrará movimentação de carga em 2017

O ano de 2017 chegou e com ele a expectativa de que o trecho paulista da Hidrovia Tietê-Paraná, que é a principal do Estado, deverá dobrar a movimentação de carga que são destinadas ao Porto de Santos e assim atingir a marca de 6,1 milhões de toneladas.

Essa é a expectativa do Departamento Hidroviário (DH) ao comparar os números de 2017, quando a navegação voltou a ser feita pela hidrovia depois de 20 meses de estiagem.

A movimentação de carga será de itens como milho, soja e principalmente de cana e mais um milhão de areia. Em 2016, até o mês de novembro, foram 2,9 milhões de toneladas transportadas.

Segundo Jairo de Almeida Machado Jr., diretor do DH, as projeções na movimentação da hidrovia em São Paulo ocorrem motivadas pela recuperação do nível do reservatório de Três Irmãos (em Pereira Barreto), pois esse trecho crítico foi o responsável pelo impedimento da navegabilidade da via entre 2014 e 2015 e isso comprometeu a confiabilidade do sistema.

Por conta da estiagem é que o trafego de embarcações que realizam a movimentação de carga ocorreu e isso evidenciou dois problemas. Um desses problemas é a demanda do setor energético, pois conforme o DH, a água que tinha ali era destinada apenas à geração de energia na hidroelétrica da região, pois hoje a legislação prioriza a utilização do recurso hídrico para a eletricidade.

O segundo problema, é de responsabilidade do Estado, corresponde aos entraves estruturais de Nova Avanhadava, que fica abaixo do reservatório, pois ali existem rochas que ficam submersas e isso diminuiu ainda mais o calado operacional, profundidade de navegação do rio, que já estava com baixo índice em razão da falta de chuva que o Estado de São Paulo sofreu.

O hidroanel, também chamado de anel hidroviário ou Hidrovia Metropolitana, é um projeto que visa a estruturação de uma via navegável ao redor da Capital e faz a ligação dos rios Pinheiros e Tietê e mais um canal que faz a interligação entre as represas Bilings e Taiçupeba. No total, são 170 quilômetros de hidrovia na região urbana que visa a movimentação de carga.

Conforme os estudos de pré-viabilidade do DH a avaliação é que o empreendimento servirá para atender a demanda local da Grande SP e a estimativa é que poderá ter uma redução de 400 milhões de km/h no tráfego rodoviário para a movimentação de carga de sedimentos, entulho, material de escavação e resíduos.

Como forma de estimular a movimentação de carga e contribuir para que haja expansão da Hidrovia Tietê-Paraná, a Polifitema é uma empresa fabricante de cinta para movimentação de carga, gancho para elevação de carga, manilha para movimentação de carga e corrente para elevação de carga.

A Polifitema está atuando no mercado desde 1992 com o objetivo de atender aos clientes com produtos que tenham qualidade para satisfazer a necessidade dos clientes e por isso, a empresa conta com profissionais qualificados em padrão especiais de segurança e conhecimento e assim são reduzidos os incidentes nas áreas de elevação e amarração de cargas.

Conheça também: corrente grau 8, destaque Polifitema!

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta