Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Riscos, penalidades e prevenção: se aprofunde na prática do trabalho em altura

Você sabia que todo trabalho realizado com altura mais elevada que dois metros do piso devem ser acompanhados de práticas específicas de segurança? Afinal de contas, os riscos de queda existem e, muitas vezes, podem ser fatais.

Para saber a respeito do assunto e quais as melhores maneiras de preservar a integridade dos colaboradores, confira algumas dicas apresentadas abaixo:

Equipamentos de Proteção Individual

Os EPIs são essenciais aos trabalhadores que correm algum tipo de risco durante o exercício de sua profissão. De acordo com as leis trabalhistas, os materiais devem ser entregues gratuitamente aos colaboradores, em ótimas condições de uso e também certificados pelas normas brasileiras de segurança.

Nesse quesito, ainda vale lembrar que a empresa não apenas deve fornecer os EPIs, mas também ensinar cada funcionário a utilizar cada um deles.

Vale ainda lembrar que os equipamentos podem variar de acordo com o ambiente, o clima e a atividade específica de cada trabalhador. No caso de exposição a intempéries, como a chuva e o vento, o essencial é que sejam usadas vestimentas adequadas para evitar hipotermia etc.

Planejamento e treinamento

Ao ver os pontos apresentados acima, provavelmente você notou que – para que tudo ocorra da melhor maneira – planejamento e treinamento são extremamente necessários.

Dessa forma, antes de dar início a qualquer tipo de projeto que envolva o trabalho em altura, levante uma lista de todos os materiais que serão necessários, qual o fornecedor escolhido e se de fato cada produto garante a segurança ao colaborador.

Além disso, certifique-se de que o treinamento sobre do uso de cada produto, de fato, está sendo efetivo. O funcionário deve ser instruído também a respeito de como manter o equipamento em bom estado e garantir sua integridade.

Punição

Caso for comprovado que os empregadores não cumprem os cuidados com a segurança, serão cobradas multas que variam de acordo com o número de funcionário, tipo de infração e gravidade. Se for apontado algum tipo de resistência ou reincidência, as retaliações podem ser ainda maiores.

Evitando acidentes em altura

Para impedir que ocorram acidentes em altura, existem algumas boas práticas que devem fazer parte da rotina de uma empresa.

Entre elas, é importante destacar uma constante supervisão e organização do trabalho, a fim de que seja garantida a segurança e constantes melhorias nas atividades em altura.

Além disso, a empresa também deve fornecer exames médicos periódicos para identificar disposições a mal súbito, labirintite, entre outras patologias que impedem atividades em pontos altos.

Equipamentos de primeiros socorros e treinamento para situações emergenciais são importantes em ambientes de trabalho, e em hipótese alguma isso pode ser negligenciado.

Por fim, se você compreendeu a importância dos EPIs, é essencial que sejam utilizados produtos de alta qualidade para o trabalho em altura, desde capacetes até ganchos, cordas, botas e óculos.

Se você procura por um fornecedor de qualidade, conheça agora mesmo os produtos oferecidos pela Polifitema. Além de seguir os mais altos padrões de qualidade e contar com materiais certificados, a empresa oferece valores competitivos com excelente custo-benefício.

Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Clique aqui e descubra.

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta