Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Saiba o período correto para atualização dos EPIs da sua empresa

Saiba mais sobre a importância dos EPIs e qual o período correto para atualização dos equipamentos de proteção dos funcionários.

A importância dos EPIs – Equipamentos de Proteção Individual – fica clara quando se compreende a real função dos mesmos. Acompanhe mais informações sobre como deve funcionar a atualização de cada equipamento.

Importância dos EPIs

O fornecimento de equipamentos de proteção individual é uma obrigação legal do empregador, assim como também é dever do empregado utilizá-los.

A utilização correta de EPIs torna o ambiente de trabalho o mais seguro e saudável possível, evitando situações que possam colocar os empregados e empregadores em perigo.

A distribuição, orientação, utilização e a garantia da utilização dos EPIs é crucial para a formação de conscientização pelos funcionários, e consequente sucesso da empresa.

Para ter certeza que os equipamentos permaneçam nas condições ideais de uso e não percam suas funções, é fundamental também que os mesmos sejam higienizados e conservados de maneira correta.

É importante salientar que mesmo com todos os cuidados de limpeza e armazenamento, os EPIs contam com validade de uso e devem ser atualizados após determinado período de tempo.

Saiba mais: Riscos, penalidades e prevenção – Se aprofunde na prática do trabalho em altura

Qual a durabilidade de um EPI?

Ainda que a durabilidade de um EPI dependa muito da forma e intensidade com que é usado, a maioria dos especialistas em segurança do trabalho indica que existe sim um prazo de validade para os produtos.

Acompanhe o prazo de durabilidade dos principais tipos de EPIs:

  • Abafador de ruído concha: 6 meses;
  • Avental de PVC: 30 dias;
  • Avental de raspa: 2 meses;
  • Calçados de segurança: 6 meses;
  • Capacete de segurança: 1 ano;
  • Cinto de segurança: Indeterminado;
  • Luvas de PVC: 5 a 10 dias;
  • Luva de raspa: 1 a 2 semanas;
  • Manga/gola de raspa: 3 meses;
  • Máscara de Solda: 1 ano;
  • Óculos de proteção: 6 meses a 1 ano;
  • Perneira de raspa: 2 meses;
  • Protetor auricular tipo plug: 1 a 2 meses;
  • Respirador de fuga com filtro: 1 ano.

Vale lembrar que esses são apenas os mais usados, porém existem muitos outros equipamentos de proteção individual utilizados pelas empresas no dia a dia.

Ainda é importante levar em consideração os setores que mais registram acidentes de trabalho, pois são esses que necessitam de um controle maior sobre a atualização e substituição dos EPIs.

Periodicidade de Substituição de Equipamento de Proteção Individual

Ainda que os fabricantes de equipamentos estabeleçam recomendações de validade para o uso dos produtos, existem fatores que influenciam diretamente sobre a durabilidade dos EPIs, tais como o tipo de trabalho desenvolvido pelo funcionário e também os cuidados individuais que cada um tem com seus equipamentos.

Visto isso, é preciso estabelecer a periodicidade de substituição dos EPIs tendo como base as condições ambientais em que o equipamento é usado, a forma de utilização, a exposição a agentes químicos e biológicos, o local de armazenamento e, claro, o prazo indicado pelos fabricantes.

Saiba mais sobre a importância dos EPIs e como encontrar produtos online

Na Polifitema é possível acessar diversos conteúdos que tratam sobre a correta utilização dos e importância dos EPIs, assim como conferir todas as opções disponíveis na loja.

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta