Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Saiba o que é EPI e qual a sua importância

Procurando o que é EPI?

Aqui na Polifitema trabalhamos com diversos tipos e categorias de EPIS, e para isso, criamos um post especialmente para as pessoas que procuram saber o que é EPI e quais são as suas aplicações.

Saber o que significa epi pode trazer uma série de benefícios tanto para o empregador quanto seus colaboradores, pois esse tipo de equipamento é de uso obrigatório em diversos tipos de situações e trabalhos, de modo que entender o que significa EPI é vital para qualquer empresa.

Confira abaixo sua resposta para a dúvida de O que é EPI:

Todo trabalhador que corre algum tipo de risco inevitável durante o exercício de sua função precisa, obrigatoriamente, de EPI – Equipamento de Proteção Individual.

Os EPIS são definidos de acordo com a Norma Regulamentadora de número 06 (NR06) do Ministério do trabalho e Emprego como sendo:

“todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhados, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”

Estes equipamentos são os principais responsáveis em proteger a integridade do colaborador com o objetivo também de minimizar os riscos ambientais do trabalho e promover a saúde, bem-estar e evitar acidentes e doenças ocupacionais.

Os equipamentos de proteção individual devem ser entregues para todos os empregados sem qualquer ônus de acordo com suas atividades, devendo estar em perfeitas condições de uso e com suas Certificações de aprovação (CA) os quais são obrigatórios por parte de todos os EPI`s

De acordo com a norma NR06, em seu item 6.6.1, o empregador tem a obrigação de:

  • Adquirir os equipamentos adequados aos riscos de cada atividade;
  • Exigir seu uso;
  • Fornecer ao trabalhador somente aquilo que é aprovado pelos órgãos nacionais competentes em matéria de segurança e saúde do trabalho;
  • Orientar e treinar o trabalhador quanto ao uso adequado, guarda e conservação dos equipamentos;
  • Substituir imediatamente os equipamentos danificados e/ou extraviados;
  • Registrar seu fornecimento ao trabalhador, em forma de livro, ficha ou sistema eletrônico;
  • Comunicar o MTE qualquer irregularidade observada;
  • Responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica.

Também cabe ao empregador o correto descarte de cada equipamento de proteção, de acordo com as leis ambientais e os ciclos de vida dos produtos.

Você sabe o que significa EPI? Normas por parte do empregador

Já por parte do trabalhador, suas obrigações, conforme a NR06, item 6.7.1 e as Leis do Trabalho:

  • Utilizar os equipamentos apenas a finalidade a qual se destina;
  • Responsabilizar-se pela guarda e conservação;
  • Comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso;
  • Cumprir as determinações do empregador sobre o uso adequado.

É aceitável que não se adapte ao uso do EPI necessário, porém é de necessidade do SESMT de fornecer um EPI adequado e que seja compatível com o trabalhador, pois o mesmo não pode continuar suas atividades sem o mesmo.

Como exemplo, podemos citar um funcionário de aeroporto que precisa lidar diretamente com os altos ruídos dos aviões. A longo prazo, ele poderá ter sérios danos nos ouvidos por essa exposição excessiva. Por outro lado, como o contato com os aviões é essencial para o trabalho, logo a empresa precisa disponibilizar fones, proteções de ouvido, capacete de segurança e todos os outros itens de segurança necessários.

Infelizmente, muitas empresas não cumprem ao pé da letra essa medida, negligenciando o cuidado com os funcionários e/ou utilizando equipamentos de má qualidade
O que é EPI

O que é EPI? Legislação

Segundo a legislação, o EPI deve ser entregue ao funcionário gratuitamente, em condições de uso excelentes e devidamente autorizado com uma Certificação de Aprovação (CA). No Brasil, esses itens são obrigatórios em todos os EPI’s.

Outro ponto importante sobre o assunto está na supervisão por parte da empresa: não basta apenas entregar uma bota ou cinto de segurança, mas também é preciso instruir o colaborador a usar todos os produtos corretamente.

Ainda segundo as leis trabalhistas, cabe ao funcionário não abrir mão do uso do EPI, além de também manter a sua higiene e conservação, solicitando à empresa qualquer necessidade de troca ou ajuste.

Até mesmo na hora de descartar o equipamento é necessário adotar boas práticas. Toda empresa precisa ter o compromisso de proteger o meio ambiente, evitando a produção desnecessária de lixo.

Essa medida pode evitar acidentes químicos graves. Afinal de contas, se um funcionário usa máscaras ou óculos de proteção por estar em contato com produtos tóxicos, descartar esses produtos no local errado se torna uma forma de agressão à vida.

O que é EPI: Quais são os mais utilizados?

Depois de esclarecer pontos chave sobre o assunto, vamos aos EPI’s mais utilizados no mundo corporativo:

– Bota de segurança

– Óculos de proteção

– Cinta de segurança EPI

– Macacão

– Cinturão

– Protetor facial

– Protetor auricular

– Luvas

– Respirador

– Proteção do tronco

 

Sendo assim, todo empresário precisa ficar de olho nas novidades do mercado a fim de garantir aos colaboradores uma proteção funcional. Conforme citado anteriormente, o EPI precisa ser devidamente certificado, e negligenciar isso pode significar sérios acidentes, processos trabalhistas e multas.

Por fim, também não podemos deixar de lado a questão financeira. Uma boa pesquisa dos melhores produtos disponíveis pode garantir EPI’s eficazes a um baixo custo. Dessa forma, todos saem ganhando.

A sua empresa adota todas as medidas necessárias de proteção ao funcionário?

Se você é um empresário e percebeu que precisa fazer correções ou atualizações nos seus produtos, faça isso o quanto antes. E caso for um colaborador que viu negligências no ambiente de trabalho, traga esse assunto à tona para que haja mudança! Tanto empregadores quanto empregados devem estar unidos para garantir o pleno cumprimento das leis de integridade física que está prevista na Constituição.

Qual a importância dos EPIs?

Como pudemos ver, os epis protegem a saúde e bem estar dos colaboradores das empresas, uma empresa saudável e que vai para frente é uma empresa que se preocupa em fornecer, orientar, fiscalizar e sabe qual a importância dos epis para o crescimento da empresa.

Equipamentos de EPIs vão dos mais básicos como óculos, protetores auriculares, máscaras, mangotes, capacetes, luvas, botas, cintos de segurança, protetor solar e outros itens de proteção como talabartes, cinturões de segurança, e outros itens vendidos aqui mesmo na Polifitema.

Estes itens são fundamentais para garantir a saúde e proteção do trabalhador, evitando consequências negativas em casos de acidentes de trabalho tanto para eles quanto para a empresa. Além da importância dos EPIs ir além, eles garantem que o profissional ao usá-los não seja exposto a doenças ocupacionais que pode comprometer a capacidade de trabalho e a sua vida durante e depois da fase ativa de trabalho.

É importante que a empresa conheça todos os equipamentos de proteção e forneça treinamento e informações para quem os for usar, é necessário que seja elaborado um estudo de risco ocupacional. Este tipo de precaução facilita na identificação dos perigos dentro de uma planta industrial, por exemplo, e ajuda a empresa a reduzi-los e até neutralizá-los.

A importância dos EPIs também é regulamentada por uma norma técnica chamada NR 6, que estabelece que os EPIs sejam fornecidos de forma gratuita ao trabalhador para o desempenho de suas funções dentro da empresa.

Agora que você já sabe a importância do EPIs e o que significa EPI, adquiria com quem entende do assunto. A Polifitema atua a anos no mercado e está preparada para atender suas necessidades. Entre já em contato e faça seu orçamento!

Quais os benefícios dos EPIS?

Agora que já sabemos a importância dos epis, quais são os seus benefícios? Além da grande importância dos epis eles trazem a garantia de proteger os colaboradores de qualquer acidente grave, sendo a primeira informação coletada na hora que há uma intervenção jurídica em causas trabalhistas. Esse trabalhado utilizada os EPIS? Esse trabalhador sabia da importância dos EPIS?

Os EPIS servem não só para proteger, quanto para garantir que a produtividade não seja afetada. Se por um lado protege os funcionários, do outro lado é uma forma de garantir que as demandas sejam entregues de maneira segura, protegendo assim os interesses do empregador.

Em uma intervenção jurídica em causas trabalhistas, caso a empresa não obrigue o funcionário a seu uso e explique a importância dos epis e sua correta manutenção e manuseio é praticamente certo que quem ganhará é o trabalhador. Mas por outro lado, se a empresa disponibiliza, recomenda e ensina a importância dos epis e, mesmo assim, o colaborador não utilizar, a causa será dada em prol da empresa.

Conheça também: corrente grau 8, destaque Polifitema!

Saiba Mais

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta