Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Tipos frequentes de cargas transportadas pelas cidades do Brasil

Uma grande parte da movimentação nas rodovias brasileiras é gerada pelo transporte de cargas, um setor que aqueceu a economia mesmo em tempos de crise. Ao considerarmos a extensão territorial do Brasil, a qualidade das estradas e o elevado número de criminalidade, podemos concluir que essa atividade apresenta muitos desafios.

Dessa forma, compreender melhor este cenário a fim de trazer melhorias é ideal para qualquer profissional envolvido em logística ou comercialização de produtos transportados. Neste artigo, você irá conhecer algumas das principais cargas distribuídas no Brasil e quais particularidades cada uma delas apresenta. Confira:

Principais cargas distribuídas no Brasil

Cargas frigoríficas

Subdivididas entre congeladas e perecíveis, as cargas frigoríficas são delicadas. No caso das congeladas – que incluem produtos como carnes e pães de queijo resfriados – o maior cuidado a ser tomado está relacionado à temperatura.

Isso porque, mesmo em viagens longas, a temperatura dos itens deve ser mantida do começo ao fim do processo. Dessa forma, profissionais deste setor utilizam caminhões frigoríficos, que geralmente mantém os alimentos congelados entre -15C e -20C.

Já no caso dos perecíveis, o risco – como o próprio nome diz – é de o produto perder sua validade.

Transportes como esse incluem legumes, verduras e frutas, tais como banana, maçã, pera, batata, entre outros.

Cargas a granel

Por outro lado, as cargas a granel recebem essa nomenclatura por não terem sido ensacadas ou encaixotadas ainda. Extremamente comum em estados e cidades que concentram um alto número de agronegócio e fazendas, elas também são subdivididas em dois tipos: granel sólido e líquido.

No caso do granel sólido, vale lembrar que ele é formado principalmente por matérias-primas, como por exemplo feijão, soja, milho, arroz, lentilha, entre outros. Por esse motivo, eles são muito importantes nos negócios do país, pois são a base da alimentação do brasileiro.

Transportes que levam esses alimentos de um local a outro recebem o nome de graneleiros. Contudo, atualmente existem possibilidades de a carga ser guardada em unidades, contêineres e até mesmo pallets – atitudes que facilitam o uso deste transporte.

 Saiba mais sobre modais de transporte

Já as cargas de granel líquido se referem a leite, água potável, sucos e outros tipos de líquidos levados de um ponto a outro sem embalagem. Portanto, um veículo utilizado para esse tipo de carga deve contar com um tanque de aço higienizado e refrigerado, pois ao contrário os produtos podem sofrer danos.

Cargas Secas

Outro tipo de carga bastante comum nas estradas brasileiras são as secas, que incluem produtos industrializados e não perecíveis. Por esse motivo, cuidados relacionados à refrigeração não são necessários.

As principais cargas secas transportadas no país são de encanamentos, materiais para construção, móveis e alimentos não perecíveis. Dessa forma, os cuidados essenciais se referem às boas práticas de direção e de amarração de cargas.

No primeiro ponto, o motorista deve levar sempre em consideração as regras estabelecidas de velocidade e direção defensiva, enquanto na segunda, deve contar com o apoio das empresas para estabelecer qual o melhor gancho para amarração de cargas.

Neste quesito, a Polifitema pode contribuir significamente, oferecendo uma série de produtos indispensáveis para um transporte seguro.

Para saber a respeito do assunto, clique aqui para ter acesso a mais matérias pelo blog.

Conheça a cadeira suspensa de segurança da Polifitema.

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta