Fábrica própria SP/BRASIL

Polifitema – Movimentação de Cargas

Evite os riscos que trabalhar em altura pode proporcionar

Veja como evitar riscos de acidente em trabalho em altura e qual a importância dos EPIs na prevenção de acidentes.

O trabalho em altura é um dos segmentos que mais demanda atenção de empregadores e funcionários. De acordo com as estatísticas, trabalhar em altura é a atividade responsável pela maioria dos acidentes de trabalho nas empresas.

Para saber mais sobre o assunto, vale ressaltar a NR-35, norma responsável por indicar as medidas mínimas e os requisitos de proteção para trabalhadores que exercem sua função em alturas.

Além do que, também é possível acompanhar algumas regras básicas e de suma importância para prevenir acidentes e garantir a integridade física dos colaboradores. Confira:

Saiba mais: Dicas especiais para redução de acidentes em obras.

Regras básicas para evitar acidentes de trabalho em altura

Investimentos em capacitação e autorização dos trabalhadores

Grande parte dos acidentes de trabalho ocorre porque os funcionários não são capacitados o suficiente para exercer a profissão.

Os trabalhadores devem ser devidamente treinados para executar atividades em altura. Além disso, precisam estar autorizados, o que significa possuir um estado de saúde física proporcional ao exigido pela atividade.

Todas as atividades em altura devem vir acompanhador de uma Análise Preliminar de Riscos (APR), considerando:

  1. O local em que as atividades serão realizadas, assim como seu entorno;
  2. O isolamento e a sinalização do local de trabalho;
  3. O firmamento de sistemas e pontos de ancoragem;
  4. As condições climatológicas para a data da atividade;
  5. O risco de queda de ferramentas e outros materiais;
  6. Quaisquer condições impeditivas;
  7. A determinação, inspeção, forma de uso e possíveis limitações dos sistemas de proteção individual e coletiva, atendendo sempre às normas vigentes, orientações dos fabricantes e princípios da redução dos fatores de queda;
  8. A forma de supervisão;
  9. O cumprimento de todos os requisitos de saúde e segurança presentes nas normas regulamentadoras;
  10. As necessidades do sistema de comunicação;
  11. Os riscos específicos que cada trabalhador apresenta;
  12. Possíveis situações de emergência e o planejamento de resgate, com o intuito de reduzir o tempo de afastamento do trabalhador;
  13. Os riscos adicionais.

Traçar medidas de controle na análise de risco

Todas as medidas de controle para prevenção de acidentes devem estar evidenciadas na hora de fazer a Análise de Risco. Os riscos devem aparecer de forma detalhada, de acordo com cada etapa do trabalho.

Priorizar a importância dos EPIs

Os riscos do trabalho em altura podem vir de equipamentos inadequados, assim como ultrapassados ou desgastados, por isso a importância dos EPIs se faz tão presente no campo de obras.

Riscos de queda, choque e deslizamento podem ser evitados por meio do uso adequado de equipamentos de proteção individual, que devem ser devidamente fornecidos pelos empregadores e utilizados pelos trabalhadores durante o expediente.

O uso de EPIs em campos de obras é obrigatório, e para manter os trabalhadores longe dos riscos associados à falta de uso, é preciso gerar conscientização dentro da empresa, começando pela atualização das ferramentas e do maquinário.

Encontre EPIs pela internet com a Polifitema

Na Polifitema os clientes encontram todos os equipamentos de proteção individual para realização de trabalho em altura, assim como ferramentas para movimentação de cargas.

Navegue pelo blog para conferir todos os conteúdos sobre a importância dos EPIs.

Veja mais: Cinta de amarração | Transporte de cargas pesadas | Cinta catraca | Içamento de cargas

Veja mais: Cinta com catraca | Trava quedas retrátil | Cinto de segurança epi

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta