Fábrica própria SP/BRASIL

Perguntas frequentes sobre movimentação de cargas

Perguntas frequentes sobre movimentação de cargas

Nessa página você encontra as perguntas e respostas mais comuns sobre movimentação de cargas.

Para saber como calcular a fixação de carga, é preciso consultar a norma ABNT 15883 (cintas têxteis para amarração de cargas – cálculo de tensões), em que são especificadas as particularidades para realizar uma amarração. (Leia mais sobre como calcular a fixação da carga)

Para destravar a cinta de amarração, você deve abrir a trava da catraca, virá-la em 180° e puxar o acúmulo de cinta do eixo da catraca. Caso você não consiga puxar a cinta, será preciso afrouxar o eixo da catraca com uma ferramenta específica. (Leia mais sobre como destravar a cinta de amarração?…)

A utilização de cintas de amarração de cargas deve respeitar a norma ABNT NBR 15883, que leva em consideração fatores indispensáveis de fixação para determinar a quantidade mínima de cintas a ser usada. (Leia mais sobre como saber quantas cintas são necessárias para a amarração de carga?…)

Com o objetivo de minimizar riscos de acidentes durante a movimentação de cargas, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabeleceu a NBR 15883, que especifica os conceitos básicos, cálculo e planejamento para garantir a segurança na fixação de carregamentos no transporte rodoviário, ferroviário, marítimo, entre outros. (Leia mais sobre como fazer a amarração de carga da forma certa?…)

A amarração de cargas, quando feita de maneira adequada e com as cintas corretas, reforça a segurança e a qualidade do transporte. O principal objetivo da amarração é fixar a carga na carroceria do caminhão de forma a evitar deslocamentos e avarias dos produtos e, ainda, prevenir acidentes na estrada. (Leia mais sobre quais são os comprimentos disponíveis para cintas de amarração?…)

Sim. Além de fabricar cinta de amarração de cargas em conformidade com todas as normas regulamentadoras, a Polifitema também promove consultoria acerca do uso desse equipamento, diretamente com profissionais do ramo, que abordam, juntamente ao cliente, os principais aspectos e boas práticas quanto ao uso de cintas de amarração de cargas.

No site da Polifitema, na página Você Sabia?, é possível acessar diversos conteúdos que esclarecem dúvidas acerca do manuseio e do uso de cinta de amarração de cargas. No blog, também há dicas úteis e de acesso gratuito.

Elevação de Cargas

Há diversos setores que utilizam a cinta de elevação de carga. Sua principal função é garantir uma elevação mais segura, assim como a integridade física do que está sendo movimentado e dos trabalhadores responsáveis. (Leia mais sobre qual é a importância da escolha correta da cinta de elevação de carga?…)

Itens essenciais para a movimentação de cargas, as cintas de elevação são separadas por atenderem a diferentes pesos. Mas como identificar a capacidade da cinta? (Leia mais sobre como identificar a capacidade da cinta de elevação de carga?…)

Não. Enquanto as cintas de amarração são utilizadas somente para garantir a segurança no transporte de materiais, as cintas de elevação de cargas – apesar de terem capacidade similar às de amarração – possuem um fator de segurança bem-distinto. (Leia mais sobre as cintas de amarração também podem ser utilizadas na elevação de cargas?…)

A cinta de elevação com fator de segurança 7:1, como o próprio nome sugere, suporta 7 vezes a capacidade descrita na cinta. Ou seja, se a capacidade de elevação é de 1.000 kg, isso significa que a cinta só deve se romper se estiver suportando 7.000 kg (Leia mais sobre o que é a cinta de elevação com fator de segurança 7:1…)

É fundamental saber como escolher a cinta de elevação mais apropriada para sua demanda. Essa decisão deve ser tomada a partir de dois fatores: o peso (massa) da carga a ser movimentada e a forma de uso da cinta (Leia mais sobre como escolher a cinta de elevação mais apropriada?…)

Como nós podemos te ajudar?

Fale com um de nossos especialistas.

×