Fábrica própria SP/BRASIL

Gestão: como calcular o ponto de equilíbrio da empresa?

Gestão: como calcular o ponto de equilíbrio da empresa?

Para facilitar as atividades operacionais dentro de uma transportadora ou e-commerce, é preciso otimizar os processos a fim de encontrar o ponto de equilíbrio de sua gestão. Ou seja, com pagamentos e contas em dia, existe a possibilidade de investir em aspectos que podem melhorar a produtividade de sua empresa, bem como a visibilidade dela no mercado.

Dessa forma, no artigo de hoje, falaremos sobre como calcular o ponto de equilíbrio de uma empresa, seja financeiro, contábil ou econômico, além de dar dicas de gestão e planejamento para atingir seus objetivos de forma mais rápida.

O que é o ponto de equilíbrio de uma empresa?

O ponto de equilíbrio pode ser caracterizado pelo resultado que uma empresa recém-iniciada no mercado tem como objetivo ao final do mês. Ou seja, o termo tem como característica o lucro zero, em que todos os seus produtos são vendidos e, portanto, pagam suas despesas, de custo fixo ou custo variável, não sobrando nenhuma quantia para o empresário ou sócios.

Também chamado de ponto de ruptura ou ponto crítico, o ponto de equilíbrio atua como o ponto de partida para a venda de novos produtos com contribuição positiva, gerando lucro para a indústria. Desta forma, é possível verificar a efetividade de uma empresa e o seu índice de atuação no mercado.

Para avaliá-lo, há diferentes tipos de ponto de equilíbrios, são eles: financeiro, contábil e econômico. Confira a seguir.

Ponto de equilíbrio financeiro

No ponto de vista financeiro, o ponto de equilíbrio possui algumas questões a serem analisadas, como a divisão de custos e gastos fixos, excluindo somente depreciações e despesas que não são necessariamente desembolsáveis, mas ainda calculadas em relatórios, como o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE).

Ponto de equilíbrio contábil

O ponto de equilíbrio contábil é bastante semelhante ao financeiro, no entanto, ele não exclui despesas e depreciações. Portanto, esse é o método mais utilizado pelas empresas, visto que os custos e gastos fixos são divididos pela margem de contribuição, logo, o lucro é gerado de forma mais eficiente.

Ponto de equilíbrio econômico

Já em relação ao ponto de equilíbrio econômico, torna-se necessário inserir o custo de oportunidade, cuja função é adicionar a margem de ganho que poderia ocorrer se estivesse em um fundo investimento. Isso significa que o negócio escolhido terá que, invariavelmente, gerar um resultado igual ou superior àquele previsto pelo empresário ou investidor.

Dessa forma, o ponto de equilíbrio econômico está relacionado à avaliação do custo de oportunidade como indicador do faturamento necessário para tornar a escolha vantajosa.

Ponto de equilíbrio: como calcular?

Devem ser utilizadas três fórmulas para cada um dos pontos ao calcular o ponto de equilíbrio, seja ele contábil, financeiro ou econômico.

Primeiramente, a fórmula utilizada para calcular o ponto de equilíbrio contábil é apresentada por meio da seguinte forma:

Ponto de equilíbrio contábil = custos e despesas fixas/ índice da margem de contribuição

Sendo assim, para que o ponto de equilíbrio contábil seja obtido, o valor total dos custos e gastos fixos mensais e o índice da margem de contribuição devem ser calculados.

Já no ponto de equilíbrio financeiro, deve-se utilizar a fórmula:

Ponto de equilíbrio financeiro = despesas e custos fixos – despesas não desembolsáveis/ margem de contribuição

Por fim, para realizar o cálculo do ponto de equilíbrio econômico, é preciso inserir o valor do custo de oportunidade. Logo, acrescentando os valores à fórmula, temos:

Ponto de equilíbrio econômico = custos e despesas fixas + custo de oportunidade/ margem de contribuição

Como aplicar a técnica e otimizar os processos na sua empresa

Para alcançar o sucesso de sua empresa e gerar lucros, é necessário contar como uma boa gestão de processos a partir de um planejamento focado em ampliar seu faturamento. Por isso, deve-se utilizar o ponto de equilíbrio em sua indústria ou e-commerce como uma margem de segurança, identificando o volume mínimo de faturamento a fim de minimizar danos.

Aplicando a técnica ao seus processos, é possível abrir espaço a novos investimentos para aumentar a produtividade de sua transportadora, como a atualização de equipamentos em seus veículos. Um dos acessórios mais utilizados para aumentar a eficiência de suas entregas são as lingas de correntes, que auxiliam na movimentação e elevação das cargas, garantindo o deslocamento de seus materiais de acordo com as necessidades de cada transporte.

A Polifitema é referência no mercado de movimentação de cargas desde 1922, fornecendo diversos materiais para facilitar a distribuição de seus produtos e a gestão eficiente de sua transportadora. Confira os produtos como o gancho para amarração de cargas no site e acesse o blog para mais informações

Conheça mais os produtos da Polititema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga


Deixe uma resposta