Fábrica própria SP/BRASIL

Fator de segurança: entenda sua importância

Fator de segurança: entenda sua importância

Para quem trabalha com movimentação de cargas, o fator de segurança dos equipamentos utilizados é algo que sempre deve ser levado em consideração. Crucial para a proteção de todos os envolvidos na atividade e do próprio material trabalhado, ele garante que a carga seja suportada durante todo o içamento, prevenindo acidentes. Confira, neste post, por que o fator de segurança é tão importante e como ele funciona na prática.

O que é fator de segurança?

O fator de segurança de uma cinta de elevação é o que garante que, durante a movimentação de uma carga, a cinta não seja rompida devido a esforços dinâmicos que podem incidir sobre ela. Como exemplos desses esforços, podemos citar a própria gravidade, o vento e até mesmo possíveis esbarrões.

Por que existem tantos fatores de segurança diferentes?

A definição do fator de segurança de um determinado equipamento depende, especialmente, das propriedades do material com o qual ele foi produzido. Normalmente, as cintas de elevação utilizadas no Brasil são feitas de poliéster, um material de grande resistência.

Carga nominal e carga efetiva

As cintas de elevação produzidas pela Polifitema oferecem diferentes capacidades máximas de carga. À essa capacidade máxima, pode ser dado o nome de carga nominal, e vai desde os 1.000 kg (cinta da cor roxa ) até acima de 10.000 kg (cinta da cor laranja). Todas essas designações estão de acordo com a norma ABNT NBR 15367-1.

No momento de definição da cinta que deve ser utilizada para uma elevação, o que importa é a definição da carga efetiva, número que é encontrado a partir de um cálculo que utiliza sua carga nominal e a forma de uso da cinta, que pode ser de elevação direta (vertical), cesto ou enforcada. 

Importante: apenas a carga máxima de trabalho efetiva (CMTE) resultante da capacidade de carga e da forma de uso deve ser considerada para a definição da cinta. O fator de segurança jamais deve entrar nesse cálculo: ele funciona como um elemento extra de proteção contra os esforços dinâmicos que podem incidir sobre a carga, como explicamos mais acima.

Cintas de elevação devem ser 7:1 ou 5:1

A Sling Polifitema é uma cinta de elevação normatizada (ou seja, de acordo com a norma ABNT NBR 15367-1) e possui um fator de segurança 7:1. Isso significa que ela suporta até 7 vezes a capacidade de carga da cinta. Por exemplo: se a cinta tem capacidade para elevar cargas de até 1.000 kg, ela se rompe em um teste de qualidade somente quando a carga atingir, no mínimo, uma força de 7.000 kg. 

Já as cintas brancas possuem o fator de segurança menor, geralmente 5:1. Por isso, suportam até 5 vezes a sua capacidade máxima e não estão contempladas na norma NBR 15637.

Como identificar as cintas de elevação 7:1?

A Sling Polifitema possui identificação de acordo com a norma, ou seja, sua cor depende da capacidade máxima de carga na vertical. Além disso, a etiqueta também apresenta todas as informações técnicas, como capacidade para cada forma de uso, fator de segurança 7:1, largura, comprimento e data de fabricação.Para conhecer todas as soluções que a Polifitema oferece para movimentação de cargas, conheça o catálogo de produtos em nosso site e aproveite para solicitar o seu orçamento.

Conheça mais os produtos da Polifitema, oferecemos produtos para: Trabalho em Altura, Elevação de Carga, Amarração de carga, Cinto de segurança paraquedista, Trava quedas e Içamento de Cargas


Deixe um comentário

×